Capítulo 7: “Fortalecimento da educação das crianças”

Os pais sempre influenciam o desenvolvimento moral de seus filhos, para melhor ou pior. Portanto, é mais apropriado para eles aceitarem esta função inevitável e fazê-lo conscientemente, com entusiasmo, razoavelmente e apropriadamente. É uma missão que não pode ser delegada e deve ser resgatada.

Capítulo 8: “Acompanhando, discernindo e integrando a fragilidade”

Embora a Igreja entende que qualquer violação do vínculo matrimonial vai contra a vontade de Deus, também está ciente da fragilidade de muitos de Seus filhos. Este capítulo nos guia para ter um olhar de amor e uma atitude de misericórdia pastoral com essas situações complexas na vida conjugal.

Capítulo 9: “Espiritualidade Conjugal e Familiar”

A espiritualidade do amor familiar é constituída por milhares de gestos reais e concretos. Naquela variedade de presentes e encontros que amadurecem a comunhão, Deus tem sua morada. Esse compromisso associa o humano e o divino porque está cheio do amor de Deus. Em suma, a espiritualidade conjugal é uma espiritualidade do vínculo habitada pelo amor divino.